A vontade de aprender

Compete ao professor criar as ferramentas necessárias para a aprendizagem dos seus alunos. Cada professor é um modelo para o seu aprendiz. Por essa forte razão deve, com motivação, transmitir a vontade e o desejo, aos seus alunos, do querem aprender com alegria, satisfação e curiosidade.

Portfolio de Natal

Pai Natal Articulado




Receitas Natalícias - Aletria com ovos



Canção - Natal de Elvas



Canção - É Natal


Missa do Galo




A primeira missa a ser celebrada no Natal é a da meia-noite. A chamada missa do Galo ou missa da meia-noite. Celebra-se na passagem do dia 24 para o dia 25 de Dezembro.
Esta missa surgiu em meados do no século V, pelos católicos romanos.
Podemos perguntar: Porque razão a missa é celebrada à meia-noite? E por que é que esta missa é chamada de missa do galo?
A missa é celebrada à meia-noite porque, nesta missa se celebra o nascimento de Cristo, ela deve ser celebrada à mesma hora do nascimento de Jesus.
Jesus terá nascido à meia-noite,! Por isso a missa deve ser celebrada a essa hora. Em relação à Missa do Galo, existem várias teorias para explicar essa denominação. A explicação mais comum é a da lenda que conta que o galo foi o primeiro animal a presenciar o nascimento de Jesus, por isso ficou com a missão de anunciar ao mundo o nascimento de Cristo, através do seu canto. Até ao início do século XX, por tradição a meia-noite era anunciada, dentro da igreja, através do canto de um galo, real ou não. No início, a missa do galo era uma celebração jubilosa. Durante a adoração ao Menino, as mulheres depositavam doces caseiros e em troca recebiam pão bento ou pão do Natal. Outro costume era o de se guardar um pedaço desse pão bento como amuleto, ao qual só se podia recorrer em caso de doença grave. Uma tradição que existia em algumas aldeias portuguesas e espanholas, era o de se levar um galo para a Missa do Galo, se este cantasse era um prenúncio de boas colheitas para esse ano.